Patrimônio cultural

O conceito de patrimônio imaterial refere-se aos saberes e heranças coletivas que um determinado grupo compartilha e deseja preservar, salvaguardar, proteger e difundir.  Esses bens, baseados em um determinado sistema de linguagem e expressão, são transmitidos por via da oralidade, da vivência, ou da escrita, de forma a se manter vivo, transformando-se através das gerações.

 

Apesar de seu caráter mutável, os bens imateriais têm uma característica forte, que lhes é inerente : seu papel na identidade e na coesão de um determinado grupo. Através dessas celebrações, ofícios, lugares, formas de expressão e saberes, um laço invisível se forma, entrelaçando indivíduos, fortalecendo relações, rememorando histórias.

 

Levando em conta a especificidade dos bens imateriais, sua dinamicidade e sua riqueza dentro da capital paraibana, assim como o fato de que determinados bens  necessitam de ações diretas para sua continuidade, o Coletivo Jaraguá, com financiamento do Fundo Municipal de Cultura (FMC), está construindo um espaço de pesquisa, discussão, divulgação e formação que visa à salvaguarda desse patrimônio tão singular, a partir da formação de Jovens Agentes Culturais, moradores de bairros tradicionais da cidade: o Museu do Patrimônio Vivo de João Pessoa.

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus

© 2018 by  COLETIVO JARAGUÁ. Todos os direitos reservados.

BENS INVENTARIADOS

 

ALA URSA

BOI DE REIS

CAPOEIRA

CAVALO MARINHO

CELEBRAÇÕES DE MATRIZ AFRICANA

CIRANDA

COCO DE RODA

CONSTRUÇÃO DE CASA DE TAIPA

ESCOLA DE SAMBA

LAPINHA

NAU CATARINETA OU BARCA

OFÍCIO DAS PARTEIRAS

OFÍCIO DAS REZADEIRAS

OFÍCIO DO GAITEIRO

PESCA ARTESANAL

QUADRILHA JUNINA

TERRITÓRIO QUILOMBOLA

TRIBO INDÍGENA DE CARNAVAL

CAMBINDAS BRILHANTES DE LUCENA

 

COMUNIDADES

 

Paratibe

Gurugi-Ipiranga

Bairro dos Novais

Alto do Mateus

Porto do Capim

Vale do Gramame

Penha

Rangel

Roger

Lucena

Cabedelo

Santa Rita

Mandacaru

 

FINANCIADORES

 

APOIADORES

DOCUMENTOS