Jaraguá anuncia que comemorará 10 anos de fundação com gravação de 04 CD's de Coco de Roda e Ciranda


(Samba de Coco do Mestre Zé Zuca, Queimadas/PB. Foto: Cíntia Viana)


No ano em que completa 10 anos de existência, o Coletivo Jaraguá, instituição destinada ao fomento da diversidade cultural e à pluralidade de expressões das manifestações da cultura popular tradicional, lançará, no ano de 2022, quatro CD's de grupos de coco de roda e ciranda.


O projeto “Coleção Coco de Roda da Paraíba” propõe revelar uma parte da diversidade cultural do coco de roda presente no território da Paraíba, dando visibilidade às especificidades culturais de cada grupo envolvido no projeto.


O objetivo é produzir um material de registro, bem como um produto de divulgação de grupos e comunidades detentoras de um valioso repertório que compõe o patrimônio musical paraibano.


A coleção consiste em uma caixa com 04 (quatro) CD’s, contendo o registro sonoro de grupos culturais de quatro municípios da Paraíba:


  • Coco de Roda Novo Quilombo, das comunidades negras de Gurugi e Ipiranga (município de Conde/PB);

  • Penha Cirandeira (do município de Santa Rita/PB),

  • Ciranda do Sol de Mestre Mané Baixinho, in memorian, coordenado pela Mestra Tina (município de João Pessoa/PB); e

  • Samba de Coco do Mestre Zé Zuca (município de Queimadas/PB).

Cada CD será acompanhado de encarte-livreto apresentado, para além das letras do repertório, textos sobre o grupo, bem como registros fotográficos. Os CDs serão distribuídos gratuitamente nas plataformas digitais e os grupos participantes receberão cópias físicas com encarte.


A origem afro indígena e quilombola são o berço da cultura tradicional onde está inserida a expressão do coco de roda.


Este projeto tem por objetivo dar visibilidade a estes mestres e mestras, grupos e também contribuir com sua autonomia em divulgação e geração de renda com a economia da cultura, comercializando os CDs e divulgando os trabalhos para conseguir criar novos espaços de apresentação e agenda. Vale ressaltar que a maioria dos grupos envolvidos contam com forte protagonismo feminino, de modo que esta ação tem por potencial contribuir com formas de geração de renda.


Equipe responsável pelo projeto:

  • Pablo Honorato;

  • Nara Santos;

  • Gláucia Lima; e

  • Marcela de Oliveira.

O projeto contará com a produção musical de Renato Oliveira, do Estúdio Gota Sonora, e será gravado "in loco", nas comunidades envolvidas.

Principais Posts
Posts Recentes
Arquivos
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Redes sociais
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square