Fórum de Patrimônio Cultural emite Nota sobre o Polo Cabo Branco

No dia 27 de outubro, foi realizado o “Fórum em Defesa do Meio Ambiente em Jacarapé” na sede da Associação de Sustentabilidade dos Pescadores, Ambientalistas e Moradores da Praia de Jacarapé. Na última semana o Governo do Estado da Paraíba a anunciou o projeto intitulado Polo Turístico Cabo Branco, possui uma área de 654 hectares, localizado em uma região da orla marítima sul de João Pessoa, para implantação de Resorts, parque aquático e comércio e serviços. Tal intervenção prevista para se instalar em meio à Reserva de Mata Atlântica, situada entre as praias da Prenha e Jacarapé, provocou preocupação e mobilização por parte de diversos setores da sociedade.

Fórum em Defesa do Meio Ambiente em Jacarapé

Assim, a Associação da comunidade organizou o evento com uma programação que se estendeu pelo turno da tarde, com a participação de representações da comunidade, pesquisadores, ambientalistas e autoridades do Governo do Estado e do Município.

No evento a Comunidade Tradicional da Praia de Jacarapé Publicou o Manifesto pela valorização da APA Jacarapé e pelo turismo sustentável (veja Manifesto na íntegra).

O Fórum de Patrimônio Cultural de João Pessoa se fez presente na presença de Lucas Peregrino e Rossana Holanda, conselheira municipal pelo segmento. Na oportunidade foi entregue a Associação a Nota sobre as Comunidades afetadas pelo projeto Polo Turístico Cabo Branco (veja a Nota na íntegra), manifestando preocupação acerca dos efeitos produzidos pelo projeto recém anunciado pelo Governo do Estado da Paraíba aos territórios tradicionais das comunidades da Praia da Penha e da Praia de Jacarapé.

Representantes da Associação ressaltaram a importância de parceiros para unir forças no processo de implantação, pois futuramente será criado um Conselho Gestor do Polo Turístico com a representação dos diversos segmentos e, principalmente, da comunidade local. Em uma das mesas a Prof. Dra. Tereza Crispim, destacou a importância da articulação da comunidade na preservação do meio ambiente local e na potencialização do ecoturismo.

Em todas as mesas os palestrantes e os moradores presentes buscaram o diálogo, tirando dúvidas, pedindo orientações e fazendo encaminhamentos precisos. Além da presença de moradores, estiveram presentes representantes da SUDEMA, Parque das Trilhas, SEMAM, Defensoria Pública Estadual, Polícia Ambiental, UFPB, EMLUR e outras autoridades.


Principais Posts
Posts Recentes
Arquivos
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Redes sociais
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square