Museu do Patrimônio Vivo chega a Cabedelo e lança Catálogo de bens culturais

“Em Cabedelo tem uma cobra, fazendo grande manobra, dando carreira em mulher”.

Esse e outros cocos de roda estão previstos pra fazer a poeira subir e a saia rodar, durante o lançamento do Catálogo de Bens Culturais Imateriais do Museu do Patrimônio Vivo da Grande João Pessoa, que ocorrerá no próximo 18 de junho, na comunidade de Monte Castelo. Saiba mais.

Programação definida. Em Cabedelo, o sábado promete. Está prevista pras 14h a chegada da Exposição Fotográfica Itinerante do Museu do Patrimônio Vivo, que está circulando as doze comunidades da Grande João Pessoa que participaram do projeto.

Terra de pescadores e estivadores, a praia é o cenário pro coco, pra ciranda, pra capoeira e pra lapinha de Cabedelo. A exposição fotográfica e o catálogo de bens imateriais têm o propósito de expressar um pouco da diversidade e da riqueza cultural da localidade. O lançamento do catálogo será também um momento de homenagem, reconhecimento e valorização dos grupos e pessoas que mantêm vivas as práticas culturais da comunidade. Em Cabedelo, a pesquisa foi desenvolvida pela agente cultural Angela Regina, que inventariou o coco e a lapinha de Monte Castelo.

Dona Teca estará lá. Parceira de longa data do Museu, ela é um patrimônio vivo da Paraíba. Filha de Dona Domerina e do mestre Benedito, Dona Teca é dona de uma voz de força incrível e de um ritmo extraordinário, com que conduz a tradição de sua família. Ela é a atual mestra do Coco do Mestre Benedito e a responsável por organizar as umbigadas e zabumbadas da brincadeira.

Quem também participa do evento é Dona Erotilde, mestra da Lapinha Jesus de Nazaré, com as pastorinhas do cordão azul e encarnado e seus maracás coloridos. A capoeira também participa da atividade.

No evento, ocorrerá o lançamento do Catálogo dos Bens culturais imateriais, que registra um pouco da diversidade cultural dessas localidades, encontrada no inventário realizado por agentes culturais locais, durante os anos de 2013 e 2014.

O Museu do Patrimônio Vivo promove em suas ações debates, formação de agentes culturais locais, pesquisas e políticas públicas voltadas para a identificação, reconhecimento e salvaguarda do patrimônio imaterial e material presentes em diversas comunidades da grande João Pessoa. O trabalho, que contou em sua primeira edição com patrocínio do FMC, conta agora com o apoio financeiro do FIC e atualmente envolve 12 comunidades da grande João Pessoa, mobilizando jovens interessados em articular trabalhos de promoção das referências culturais dos bairros.

As comunidades participantes do Projeto são: Roger, Rangel, Porto do Capim, Paratibe, Alto do Mateus, Penha, Conde, Bairro dos Novaes, Centro e Carrapeta em Lucena, Monte Castelo em Cabedelo e Centro e Tibiri em Santa Rita.

data:image/gif;base64,R0lGODlhAQABAPABAP///wAAACH5BAEKAAAALAAAAAABAAEAAAICRAEAOw==

Programação:

Lançamento do Catálogo de Bens Culturais Imateriais do Museu do Patrimônio Vivo.

Atrações: Apresentação do Grupo de Capoeira, com o professor Valter Mamulengo.

Lapinha Jesus de Nazaré, mestra Dona Erotilde.

Coco Mestre Benedito, mestra Dona Teca.

E durante todo o evento: Exposição Fotográfica Itinerante do Museu do Patrimônio Vivo.

Onde: Rua Severino Laurentino Leite, 74 – Monte Castelo / Cabedelo, em frente à casa de Dona Erotilde - mestra da lapinha.

Quando: Dia 18 de junho, a programação se estende das 14 às 18 horas.


Principais Posts
Posts Recentes
Arquivos
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Redes sociais
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square