Proposta museológica

 

O conceito de patrimônio imaterial refere-se aos saberes populares de uma determinada comunidade, que os preserva,

compartilhando um mesmo sistema de linguagem e expressão, transmitido através da oralidade, de forma que se mantém vivo,

transformando-se através das gerações.

 

Dessa forma, seria inviável salvaguardar expressões culturais utilizando-se do formato tradicional de museu que foi definido, segundo a 20ª Assembleia Geral de Barcelona, comouma “instituição permanente, sem fins lucrativos, a serviço da sociedade e do seudesenvolvimento, aberta ao público e que adquire, conserva, investiga, difunde e expõe os testemunhos materiais do homem e de seu entorno, para educação e deleite da sociedade” (Fonte: IBRAM).

 

Se você quer saber mais sobre nosso inventário, clique aqui.

 

Para atender às especificidades que os bens culturais imateriais exigem, por sua dinamicidade, deve-se ampliar a ideia tradicional de museu e entendê-lo como uma forma de valorização e divulgação de bens culturais, e não como modo de representação estática destes. O Museu do Patrimônio Vivo de João Pessoa tem seu acervo composto por pessoas, lugares, narrativas, calendários festivos e expressões culturais de um modo geral. A locação se dá nos espaços representativos das atividades culturais, podendo ser a casa dos mestres e dos atores culturais das comunidades, além dos lugares de trabalho, das festas, das celebrações e das brincadeiras populares. O Museu Vivo é, assim, representado por um mapa das expressões culturais de João Pessoa, ilustrando uma rede de pessoas, lugares e objetos de grande referência cultural para as localidades envolvidas.

 

O Museu ainda contará com um catálogo virtual, que terá como objetivo criar um circuito de visitação, reunindo os endereços dos locais e das pessoas identificadas como referências culturais que compõem o acervo deste Museu.


É importante lembrar que o Museu do Patrimônio Vivo de João Pessoa não se limita às comunidades atendidas por esse projeto, sendo este apenas um começo para que a iniciativa se amplie, a partir da constante incorporação de novas comunidades e expressões culturais, buscando se constituir como um instrumento dinâmico, representativo da cartografia cultural de João Pessoa.

 

Conheça as comunidades envolvidas pelo projeto: clique aqui.

 

Saiba mais da nossa filosofia.