Financiadores

 

A primeira edição do Museu do Patrimônio Vivo foi aprovada pelo Fundo Municipal de Cultura de João Pessoa (FMC) em maio de 2012, tendo seu início em junho do mesmo ano.

 

A partir da experiência-piloto da primeira edição do Museu do Patrimônio Vivo, uma ampliação do sítio foi proposta respondendo ao Fundo Estadual de Incentivo à Cultura. Durante a execução desta nova edição pretende-se continuar o processo de pesquisa e inventário nas comunidades participantes da primeira edição, bem como incorporar cinco novas comunidades da Grande João Pessoa. Os agentes
participantes da primeira edição irão contribuir na mediação com os novos agentes participantes do projeto. A área agora contemplada passará a ser a Grande João Pessoa, incluindo as comunidades de Bayeux, Cabedelo, Lucena, Santa Rita e Conde, além das já contempladas na primeira edição do projeto.